Vagas Celular

5

Aqui e Sumaré!

Buscador Emprega Sumaré SP

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Prefeito Eleito de Sumaré-SP 2016 Luis Alfredo Dalben fala sobre Vila Soma.

Prefeito Eleito  de Sumaré-SP 2016 Luis Alfredo  Dalben fala sobre Vila Soma.
Começa a gestão Luis Alfredo Dalben (PPS)

Ex:Prefeita de Sumaré Cristina Carrara (PSDB) não era tao aberta a dialogo sobre o assunto.
Ja Luis Alfredo Dalben (PPS)tem um outra politica quanto ao caso.
Pelo menos neste primeiro papo.
E Sumaré 2016 oque acha sobre o caso?

Prefeito eleito defende diálogo sobre Vila Soma e vê hipótese de plebiscito
Dalben quer solução que contemple credores de empresas e resolva déficit.

Ocupação começou há quatro anos e reúne em torno de 10 mil moradores.

Prefeito eleito defende diálogo sobre Vila Soma e vê hipótese de plebiscito
Dalben quer solução que contemple credores de empresas e resolva déficit.
Ocupação começou há quatro anos e reúne em torno de 10 mil moradores.
Fernando Pacífico
Do G1 Campinas e Região
FACEBOOK
 Luiz Dalben, do PPS, com seu pai Antônio Dirceu Dalben (Foto: Ella Oliveira)
Luiz Dalben (à direita), com o pai Antônio Dirceu Dalben (Foto: Ella Oliveira)
O prefeito eleito de Sumaré (SP), Luiz Dalben (PPS), planeja ampliar diálogo com integrantes da Vila Soma para tentar resolver o impasse sobre a ocupação que reúne 10 mil moradores. Sem fazer promessas, ele defende ações que também contemplem ex-trabalhadores das empresas proprietárias da área, e vê também a possibilidade de um plebiscito para discussão do caso.
Escolhido por 50,6 mil eleitores, o empresário de 26 anos se coloca favorável à realização de uma parceria público-privada para diminuir o déficit habitacional na cidade e, com isso, não gerar despesas para o governo. Segundo a assessoria do Executivo, atualmente há 7,5 mil famílias distribuídas em 80 ocupações consideradas irregulares e que começaram antes de 2012.

"O investidor quer comercializar, mesmo que seja em 30 anos e fazer o parcelamento [...] Vender para ter ativo maior e se for preciso, se ainda houver dívida, fazer uma reconsolidação passando isso para outro centro bancário. Vão fazer as moradias dignas, aí 

Ao G1, o advogado que representa as famílias da ocupação, Alexandre Mandl, afirmou em 8 de outubro que a realocação custa quase três vezes mais do que a regularização da área. Sobre esta avaliação, Dalben alega que é preciso estudá-la e resolver o problema da comunidade.

"Há pessoas na fila por moradia em área de risco há 20 anos, não seria justo com elas a gente fazer um programa habitacional para atender somente a Soma e deixar elas de lado. Se a questão regular do local for possível e financeiramente ocorrer durante o nosso mandato, vamos estudar isso com maior carinho, atenção. A intenção é resolver o problema da Soma", destaca.
Serviços e plebiscito
Para o prefeito eleito, ainda que um dos processos do caso esteja em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF), o município deve garantir serviços básicos à comunidade. "O governo não pode ser omisso, ali tem crianças que precisam ter estudo, famílias que usam as unidades básicas de saúde, tem ser humano ali e que precisa ser tratado com dignidade", ressalta.
Crianças brincam na Vila Soma, em Sumaré (Foto: Fernando Pacífico / G1)
Crianças brincam na Vila Soma, em Sumaré
(Foto: Fernando Pacífico / G1)
Sobre o plebiscito, Dalben diz que a possibilidade visa ampliar diálogo.

"Uma votação para decidir pela regularização ou pela transferências das pessoas de local, para ver o grau de investimento que vai ser feito, se vai usar dinheiro público ou não. Agir com diálogo, através de plebiscito, para a gente poder conversar e eles tomarem as decisões junto com governo", avalia o prefeito eleito.

Uma das maiores ocupações no estado, a Vila Soma ganhou repercussão nacional em janeiro deste ano, quando uma ordem para reintegração de posse pela Polícia Militar deixou de ser efetivada por causa de liminar concedida pelo ex-presidente do STF, Ricardo Lewandowski. Além disso, segue em tramitação outro processo para possível leilão da área de 990 mil m².

16/10/2016 18h40 - Atualizado em 18/10/2016 15h12
Prefeito eleito defende diálogo sobre Vila Soma e vê hipótese de plebiscito
Dalben quer solução que contemple credores de empresas e resolva déficit.
Ocupação começou há quatro anos e reúne em torno de 10 mil moradores.
Fernando Pacífico
Do G1 Campinas e Região
FACEBOOK
 Luiz Dalben, do PPS, com seu pai Antônio Dirceu Dalben (Foto: Ella Oliveira)
Luiz Dalben (à direita), com o pai Antônio Dirceu Dalben (Foto: Ella Oliveira)
O prefeito eleito de Sumaré (SP), Luiz Dalben (PPS), planeja ampliar diálogo com integrantes da Vila Soma para tentar resolver o impasse sobre a ocupação que reúne 10 mil moradores. Sem fazer promessas, ele defende ações que também contemplem ex-trabalhadores das empresas proprietárias da área, e vê também a possibilidade de um plebiscito para discussão do caso.
Escolhido por 50,6 mil eleitores, o empresário de 26 anos se coloca favorável à realização de uma parceria público-privada para diminuir o déficit habitacional na cidade e, com isso, não gerar despesas para o governo. Segundo a assessoria do Executivo, atualmente há 7,5 mil famílias distribuídas em 80 ocupações consideradas irregulares e que começaram antes de 2012.

"O investidor quer comercializar, mesmo que seja em 30 anos e fazer o parcelamento [...] Vender para ter ativo maior e se for preciso, se ainda houver dívida, fazer uma reconsolidação passando isso para outro centro bancário. Vão fazer as moradias dignas, aí [o morador] paga uma parcelinha de R$ 50, R$ 100, atende toda essa demanda da Soma", explica.
Ocupação da Vila Soma fica a 4,4 km do Centro de Sumaré, SP (Foto: Arte G1 / Vila Soma)
Ao G1, o advogado que representa as famílias da ocupação, Alexandre Mandl, afirmou em 8 de outubro que a realocação custa quase três vezes mais do que a regularização da área. Sobre esta avaliação, Dalben alega que é preciso estudá-la e resolver o problema da comunidade.

"Há pessoas na fila por moradia em área de risco há 20 anos, não seria justo com elas a gente fazer um programa habitacional para atender somente a Soma e deixar elas de lado. Se a questão regular do local for possível e financeiramente ocorrer durante o nosso mandato, vamos estudar isso com maior carinho, atenção. A intenção é resolver o problema da Soma", destaca.
Serviços e plebiscito
Para o prefeito eleito, ainda que um dos processos do caso esteja em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF), o município deve garantir serviços básicos à comunidade. "O governo não pode ser omisso, ali tem crianças que precisam ter estudo, famílias que usam as unidades básicas de saúde, tem ser humano ali e que precisa ser tratado com dignidade", ressalta.
Crianças brincam na Vila Soma, em Sumaré (Foto: Fernando Pacífico / G1)
Crianças brincam na Vila Soma, em Sumaré
(Foto: Fernando Pacífico / G1)
Sobre o plebiscito, Dalben diz que a possibilidade visa ampliar diálogo.

"Uma votação para decidir pela regularização ou pela transferências das pessoas de local, para ver o grau de investimento que vai ser feito, se vai usar dinheiro público ou não. Agir com diálogo, através de plebiscito, para a gente poder conversar e eles tomarem as decisões junto com governo", avalia o prefeito eleito.

Uma das maiores ocupações no estado, a Vila Soma ganhou repercussão nacional em janeiro deste ano, quando uma ordem para reintegração de posse pela Polícia Militar deixou de ser efetivada por causa de liminar concedida pelo ex-presidente do STF, Ricardo Lewandowski. Além disso, segue em tramitação outro processo para possível leilão da área de 990 mil m².
Ocupação da Vila Soma, em Sumaré, reúne quase 10 mil moradores (Foto: Fernando Pacífico / G1)
Ocupação da Vila Soma, em Sumaré, reúne quase 10 mil moradores (Foto: Fernando Pacífico / G1)
O que diz o atual governo
A Prefeitura informou, em nota, que a Vila Soma é a ocupação mais recente do município. Além disso, explicou que houve "abrupto aumento" da demanda por serviços nos bairros do entorno, sobretudo educação, saúde e assistência social. "Os serviços municipais são prestados à população independente do endereço, indistintamente, conforme estabelece a Constituição."
O governo também alegou que "não ficou de mãos atadas", diante da necessidade de buscar solução para o caso. "A Prefeitura de Sumaré é uma das instâncias de governo que debatem alternativas para as famílias desta área ocupada ao longo dos últimos anos", informa texto.

Segundo o Executivo, desde 2013 foram remanejadas 2,9 mil famílias de antigas ocupações para apartamentos viabilizados junto aos programas habitacionais oficiais; e a administração também trabalha na regularização fundiária de 1,4 mil moradias em ocupações passíveis da medida (neste caso, estão excluídas das áreas de proteção permanente ou de risco).
saiba mais
Mais populosa que 2 mil cidades, Vila Soma motiva estudo sobre moradias
Sustento e cidadania: voluntários da Vila Soma desenvolvem a ocupação
Luiz Dalben, do PPS, é eleito prefeito
em Sumaré, SP
Dívidas trabalhistas
O defensor da empresa Melhoramentos Agrícolas Vifer, Eduardo Foz Mange, foi procurado para comentar o assunto, mas a assessoria dele não retornou às ligações. À época em que a reintegração era prevista, ele disse que o leilão era necessário para que a companhia e a massa falida da Soma Equipamentos Industriais quitassem dívidas trabalhistas com ex-funcionários.
Marcelo Martins, advogado do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas, entidade que representa parte dos credores das duas empresas, também informou que espera por decisão judicial que viabilize os acertos. O G1 não localizou representantes legais da companhia que faliu.

fonte:http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2016/10/prefeito-eleito-defende-dialogo-sobre-vila-soma-e-ve-hipotese-de-plebiscito.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Curtir Emprega Sumaré-SP agora temos uma Cara

DICAS CASEIRAS

InstaSumareSPGran

Conheça Esta Parceria!

Conheça Esta Parceria!

Emprega Sumaré-SP Grupo Seguidores

Parceria Emprega Sumaré-SP

+ Vagas disponíveis ate o momento

Busca Profissional

YouTube Sumaré Channel

Mostre sua Empresa

W.W.Advertiser/Publicidade

Emprega Sumaré-SP Numero 1

Horário de Sumaré-SP

Sumaré conectado com o mundo

Sumaré Seja um Cliente Dotz